“Issei não estava. Conta-se que por aí fez uns biscates como crítico de comida, tipo Bourdain dos porcos pervertidos.

Mas Paris está, ó se está.

À la infamie?”

 

http://pontoalternativo.com/album/cowards/rise-infamy